Translate

30/05/2013

Garrett: o Homem, a Obra e o Tempo - parte I

1799 – A 4 de Fevereiro, nasce João Leitão da Silva (mais tarde mudará o nome para João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett).
1800 – Nasce Castilho.
1805 – Morre Bocage.
1807 – 1ª Invasão francesa (Junot). A Corte parte para o Brasil.
1808 – A família de Garrett emigra para a ilha Terceira. Chegada das tropas inglesas a Portugal.
1809 – 2ª Invasão francesa (Soult).
1810 – 3ª Invasão francesa (Massena). Nasce Alexandre Herculano.
1815 – Garrett regressa ao continente, matricula-se, em Coimbra, no 1º ano jurídico. Queda definitiva de Napoleão.
1817 – Conspiração contra a Regência e consequente execução de Gomes Freire de Andrade.
1819 – Garrett publica Lucrécia. Morre Filinto Elísio.
1820 – Participa no movimento da juventude universitária liberal em favor da Revolução.
1821 – Garrett publica Retrato de Vénus, Catão, e conclui a sua formatura. Regresso da Corte. Extinção do Tribunal do Santo Oficio e da censura prévia. Primeiro barco a vapor no Tejo.
1822 – Garrett é nomeado para oficial da Secretaria do Reino; casa com Luísa Midosi. É promulgada a nova Constituição. Independência do Brasil.
1823 – Garrett emigra para Inglaterra, em virtude das suas ideias liberais. Vilafrancada.
1824 – Abrilada. Exilio de D. Miguel.
1825 – Garrett publica Camões. Nasce Camilo Castelo Branco.
1826 – Garrett publica D. Branca e Carta de Guia para Eleitores; funda O Cronista e colabora em O Português. Promulgada por D. Pedro IV a Carta Constitucional.
1827 – Garrett é preso e parte para novo exilio;
1828 – Publica o exilio Adozinda. Prosseguem as lutas liberais e absolutistas.
1829 – Garrett publica Da Educação e Lírica de João Mínimo.
1830 – Garrett publica Portugal na balança da Europa.
1832 – Garrett participa na expedição de D. Pedro, que desembarca no Mindelo e faz cerco do Porto. Escreve O Arco de Santana. Trabalha com Mouzinho da Silveira na redação de vários decretos.
1834 – Garrett é nomeado cônsul-geral na Bélgica (até 1836). Vitória final do Liberalismo.
1836 – Herculano publica A Voz do Profeta e demite-se do cargo de Bibliotecário da Biblioteca Pública do Porto. Nasce Ramalho Ortigão.


Sem comentários:

Enviar um comentário