Translate

13/05/2013

Figuras de Semântica ou de Pensamento

Alegoria – expressão de uma ideia abstrata através da sua materialização.
Ex.: O Anjo e o Diabo representam, no Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente, o Bem e o Mal.

Animismo – atribuição de traços específicos de seres animados a seres sem vida, inanimados.
Ex.: Com a noite, adormeciam as árvores e os rios partiam em sonhos distantes.

Antítese – apresentação de uma ideia através do contraste entre duas entidades.
Ex.: “Eu que sou feio, sólido, leal,
A ti, que és bela, frágil, assustada”
(Cesário Verde)

Apóstrofe – interpelação de uma entidade, feita com recurso ao vocativo e aproximando o discurso do tom coloquial próprio do diálogo.
Ex.: “Não pares, coração!”
(Miguel Torga)

Comparação – aproximação de duas ideias ou realidades para destacar as suas semelhanças ou diferenças, através da conjunção “como” ou de verbos e expressões a ela equivalentes (parecer, lembrar, sugerir, como se, tal como, assim como,…).
Ex.: “Esse que despe a poesia
como se fosse mulher”
(José Carlos Ary dos Santos)

Disfemismo – recursos a termos ou construções que acentuam uma determinada realidade, cruel ou negativa.
Exs.: esticar o pernil; bater a bota
“Deixa em paz a criatura. Está começando a esta hora a apodrecer, não a perturbemos.”
(Eça de Queirós)


Sem comentários:

Enviar um comentário