Translate

04/11/2012

Conclusão sobre a investigação de Wundt

Qual o objetivo de estudo da psicologia para Wundt?
O primeiro psicólogo a contribuir para tornar a psicologia autónoma em relação à filosofia defendeu a ideia de que a psicologia era o estudo científico da consciência (da experiência consciente) e o seu objetivo descobrir a estrutura da experiência consciente. Por isso a sua doutrina recebeu o nome de estruturalismo. Por defender que os processos mentais complexos são o resultado de associação de elementos simples, a doutrina estruturalista de Wundt também tem o nome de associacionismo.
Em condições laboratorialmente controladas, utilizou um método chamado introspetivo.

Que conceção de ser humano está presente nesta teoria?
Podemos dizer que o ser humano é um conjunto de processos mentais ativamente organizados e que a mente não é um simples conjunto de conteúdos mentais. Wundt defendeu uma conceção processual e dinâmica da vida psíquica: os processos psicológicos não são coisas, mas acontecimentos.

Qual a posição do autor desta teoria acerca dos seguintes conceitos dicotómicos (Inati/ Adquirido; Continuidade/Descontinuidade; Estabilidade/Mudança; Interno/Externo; Individualista/Social)?

Interpretando a distinção entre interno e externo como a dicotomia entre o fisiológico e o psicológico, podemos ver que a psicologia se centra no mental, mas não perde de vista a relação entre experiência externa ou fisiológica e a experiência interna ou mental, devendo investigar a sua relação. Defendeu que uma mesma experiência, como uma dor de cabeça, pode ser perspetivada fisiológica e psicologicamente (o mal-estar, a irritação e o abatimento que pode causar, tal como a eventual ansiedade que pode estar na sua origem).


Sem comentários:

Enviar um comentário