Translate

12/09/2012

Métodos de aprendizagem

No plano educativo, hoje em dia, valoriza-se mais a forma como se aprende (e como se ensina) do que a aquisição de conteúdos. Importa adquirir uma competência decisiva: aprender a aprender. No entanto, como não estamos num plano puramente formal, os métodos de aprendizagem visam facilitar a compreensão das matérias estudadas.

Aprendizagem espaçada e concentrada
Entende-se por aprendizagem espaçada aquela que distribui ao longo do tempo e de forma regular o que se está a aprender.
É considerado o melhor método para consolidar e armazenar a longo prazo as aprendizagens efetuadas. Muitos professores aconselham-na aos seus alunos. Muitas aprendizagens motoras como, por exemplo, nadar, jogar ténis, andar de bicicleta, adquirem-se deste método.

Entende-se por aprendizagem concentrada um método que consiste em estudar intensivamente e sem intervalos de tempo significativos. Em termos simplistas, diremos que é «estudar tudo de uma só vez». Estudar em vésperas de um teste matéria com a qual anteriormente se manteve um contacto muito esporádico – somente nas aulas, por exemplo – é um método, muito usado, de aprendizagem.
Qual destes métodos se deve utilizar?
Não há resposta objetiva: ela depende do sujeito, do seu ritmo e da sua facilidade de aprendizagem, dos hábitos adquiridos e também do que se aprende.
Tendo em conta a curva do esquecimento (recordamos mais facilmente o que aprendemos há pouco tempo) o método de aprendizagem concentrada terá as suas vantagens. Contudo, deve referir-se que uma retenção relativamente durável dos conteúdos de aprendizagem é possível mediante a aprendizagem espaçada.


Sem comentários:

Enviar um comentário