Translate

16/09/2012

Categorias da aprendizagem

Aprendemos muitas coisas e uma ampla diversidade de competências. Podemos distribuir e unificar as nossas aprendizagens em várias categorias:

Aprendizagem motora – consiste na realização de atos motores e de movimentos de diferente grau de complexidade. Assim é mais complexa a sequência de movimentos necessária para tocar violino, piano, guitarra, pilotar um avião, um helicóptero, praticar windsurf, do que a necessária para nos vestirmos, lavarmos, comer com talheres ou jogar futebol.

Aprendizagem verbal – consiste em nomear mediante palavras e conceitos os objetos, fatos e acontecimentos. É considerada a base geral de todas as aprendizagens.
A aprendizagem de conceitos subjaz ao nosso pensamento, à formação de proposições e de raciocínios. Os conceitos são as unidades básicas de processos mentais como o pensamento, a linguagem e com eles damos sentido e organização às nossas aprendizagens e à relação com a realidade.
Os conceitos são representações mentais de realidades concretas e abstratas que utilizamos para agrupar objetos, acontecimentos e características com base nas suas propriedades comuns. As coisas individuais são diferentes mas também têm algo de comum entre si. Assim, tendas, cabanas, moradias, apartamentos e palácios são diferentes realidades que têm algo em comum: são habitações. As características comuns àquelas diferentes realidades constituem o conceito de «habitação».
Os conceitos, enquanto representações universais, são importantes porque sem eles toda e qualquer realidade nos pareceria única e não seria possível qualquer organização das informações sobre a realidade, ou seja, estabelecer relações entre os objetos da nossa experiência e entre as nossas experiências.

Os conceitos são abstratos (referem-se a realidades não visíveis: é o caso dos conceitos de justiça, beleza, direito) e concretos (referem-se a realidades materiais: é o caso do conceito de mesa, de automóvel, de líquido).


Sem comentários:

Enviar um comentário