Translate

18/08/2012

Racionalismo

Afirma:

  • A importância da RAZÃO como fonte exclusiva do conhecimento verdadeiro;
  • A RAZÃO como único órgão (faculdade) adequado e complexo de conhecimento.
Todo o conhecimento verdadeiro tem origem racional.

O nosso conhecimento origina-se no poder e autonomia da razão face aos sentidos e à experiência sensível.
É a razão (e apenas a razão) que nos proporciona o acesso à verdadeira essência das coisas ou objectos que queremos conhecer, ou seja, é a razão que nos proporciona o conhecimento da realidade na sua essência =conhecimento verdadeiro.

Descartes é considerado o fundador do Racionalismo Moderno.
Recusa e critica (opõe-se ao) o Empirismo porque não aceita a:
  • ligação à sensibilidade = a experiência sensível como fonte única de conhecimento;
  • total dependência da RAZÃO face aos sentidos = concepção da razão como tábua rasa, i.e., recusa uma concepção passiva da razão.
Defende que:
  • Só a razão pode conhecer = dá acesso à essência das coisas ou objectos, dum modo claro e distinto porque a razão contém ideias inatas = sementes da verdade.
  • Os sentidos são uma fonte errónea de conhecimento e de erros e preconceitos sobre as coisas exteriores; nada informam sobre a natureza ou essência das coisas, ou seja, não dão acesso às ideias claras e distintas (evidentes) e dão apenas informações externas = qualidade sensíveis.
As ideias que fabricamos, com base nas informações recebidas através dos sentidos (ideias adventícias, não tem qualquer valor do ponto de vista cognitivo.

Conhecimento 
Origem: razão, i.e., ideias inatas da razão.
Desenvolvimento ou processo de construção do saber: seguindo as regras do método aplica-se a dedução das ideias inatas (apreendidas por intuição).
Valor: o conhecimento é verdadeiro porque Deus garante: 
  • a veracidade das ideias inatas;
  • a correspondência entre aquilo que eu penso/conheço sobre o real (as minhas ideias) e o próprio real existe fora de mim, ou seja, há uma correspondência entre a ordem do pensamento e a ordem do real.

Sem comentários:

Enviar um comentário