Translate

09/08/2012

David Hume - Os tipos de conhecimento

Os conhecimentos a que Hume dá o nome de "relação entre ideias" são conhecimentos a priori. Consistem, esses conhecimentos, em analisar o significado dos elementos de uma proposição, em estabelecer relações entre ideias que ela contém. As "relações entre ideias" são proposições cuja verdade pode ser conhecida pela simples inspecção lógica do seu conteúdo.
Vejamos: a proposição "O quadrado tem quatro lados" é um juízo necessariamente verdadeiro e para isso estarmos certos basta analisar o significado de "quadrado". Trata-se de uma verdade necessária porque a sua negação implica uma contradição. 

Todo o conhecimento do mundo é baseado na experiência, ou seja, é a posteriori. Só as matemáticas e a lógica são conhecimentos a priori.

Vemos assim que, embora todas as ideias tenham o seu fundamento nas impressões, podemos conhecer sem necessidade de recorrer às impressões, isto é, ao confronto com a experiência. É o caso dos conhecimentos da lógica e da matemática.
Contundo, diz Hume, tais conhecimentos, ou seja, as proposições lógicas e matemáticas, nada nos dizem sobre o que existe e acontece no mundo.
Se nos limitarmos a este tipo de conhecimentos, nada ficamos a saber sobre o mundo. Unicamente formamos relações correctas entre ideias, seja a ideias de triângulo, de círculo, de quadrado ou a ligação de ideias e de proposições num raciocínio lógico. 

O segundo tipo de conhecimento - o conhecimento de questões de facto - já implica um confronto das proposições (do que dizemos) com a experiência. Os conhecimentos de facto são proposições cujo valor de verdade tem de ser testado pela experiência, ou seja, temos de "inspeccionar" o mundo dos factos para verificar se elas são verdadeiras ou falsas.
Assim, a proposição "Este martelo é pesado" é um juízo cujo valor de verdade não pode ser decidido pela simples inspecção a priori do significado dos termos, isto é, temos de a confrontar com uma verificação experimental elementar, ou seja, a sua verdade ou falsidade só pode ser determinada a posteriori.
Pode ser verdadeira ou pode ser falsa. A verdade desta proposição é contingente.
 O que significa isto? Que a negação da proposição «Este martelo é pesado» não implica contradição.


Sem comentários:

Enviar um comentário