Translate

31/01/2012

Os raciocínios ou inferências

Uma inferência ou um raciocínio é o processo de derivar de um certo conjunto de razões (premissas) e a conclusão que delas resulta.
As premissas de um raciocínio são a informação, à partida disponível, com base na qual se extrai uma conclusão.
Para constituírem um raciocínio, os juízos que o constituem (dois ou mais) têm de estar relacionados entre si, organizados de tal modo que um deles é a conclusão que defendemos, tendo em conta o outro ou outros - as premissas.
Nem sempre é muito fácil distinguir as premissas da conclusão. Face a um enunciado, o que devemos fazer é apresentar em primeiro lugar as premissas e depois a conclusão, isto é, traduzir o enunciado naquilo a que chamamos forma padrão.

Exemplo
Para quê discutir o sistema educativo? Não vale a pena discutir o sistema educativo porque o governo decide independentemente das nossas opiniões.

Será um argumento, isto é, a expressão verbal ou a enunciação de um raciocínio? Será que as proposições (enunciados dos juízos) estão relacionadas entre si, de tal modo, que há premissa(s) e conclusão?

Premissa - a ou as proposições apresentadas como ponto de partida.
« porque o governo decide independentemente das nossas opiniões»
Conclusão - a proposição que derivamos ou inferimo da(s) premissa(s).
« não vale a pena discutir»

Sem comentários:

Enviar um comentário